Psoríase

A psoríase é uma doença crónica da pele, de natureza autoimune, o que significa que surge quando o sistema imunitário emite sinais anómalos que aceleram o normal ciclo de crescimento das células da pele.

A psoríase é bastante comum e não é contagiosa. Este aspeto é importante, porque pode existir o receio de contrair esta doença nadando numa piscina ou contactando com pessoas afetadas por psoríase e esse receio não tem fundamento.

A sua origem não é conhecida, mas a doença é em parte genética. A doença pode evoluir por surtos, com períodos de agravamento, desencadeados por fatores ambientais.

As áreas mais afetadas tendem a ser os cotovelos, joelhos, couro cabeludo, unhas e a região lombar.

 

Sintomas

Muitas vezes, os sintomas da psoríase podem ser confundidos com alergia. É preciso prestar atenção aos sinais e, em caso de dúvida, procurar um dermatologista:

  • Lesões avermelhadas na pele, cobertas com uma camada branca e descamativa;
  • Pequenas manchas vermelhas no corpo;
  • Pele seca, com facilidade para sangramento;
  • Unhas espessas e esfareladas, amareladas, descoladas e com uma espécie de pequenos furos na superfície;
  • Inchaço nas articulações;
  • Articulações doridas;
  • Placas e descamações no couro cabeludo, cotovelos e joelhos.

 

Existem cuidados essenciais que o doente deve adotar:

  • Vigiar a doença e seguir a terapêutica prescrita;
  • Consultar o médico de acordo com a periodicidade estabelecida por este;
  • Conhecer os fatores desencadeantes e evitá-los para prevenir crises;
  • Aplicar exclusivamente os produtos hidratantes e/ou champôs recomendados pelo médico;
  • Fazer uma alimentação equilibrada e evitar as gorduras saturadas;
  • Evitar e aprender a gerir o stresse;
  • Praticar exercício físico regularmente;
  • Não fumar;
  • Não ingerir bebidas alcoólicas.
2019-10-28T10:14:27+00:00