Cancro Ósseo

O que é?

O cancro é a proliferação anormal de células. Ou seja, é uma doença na qual as células do
organismo, por terem sofrido mutações no seu ADN, dividem-se sem controlo e ganham propriedades
(de invadirem outros tecidos e de não morrerem) durante esse processo de divisão descontrolada.
O Cancro pode espalhar-se para quase todos os tecidos do organismo, sendo o osso um dos
locais frequentemente atingidos. Geralmente este tipo de cancro começa por afectar os ossos longos,
como braços, coxas, coluna e bacia.
O cancro ósseo pode ser dividido de 2 formas:
Primário – quando o cancro se desenvolve directamente no osso previamente normal;
Secundário – quando se origina em qualquer órgão e se dissemina para os ossos.

Sintomas:

Este tipo de cancro pode ser assintomático e descobrir-se apenas por meio de um exame
diagnóstico de rotina, ou então pode envolver os seguintes sintomas, mais comuns:
– Dor;
– Fracturas;
– Compressão medular – A medula espinal é constituída por nervos responsáveis pela mobilidade
e sensibilidade do corpo. Quando as metástases se desenvolvem nos ossos da coluna vertebral
podem causar a fractura destes ossos, que por sua vez podem comprimir a medula espinal e
provocar a sua lesão. Como consequência, para além de dor na coluna vertebral, pode instalar-se
diminuição da sensibilidade e da capacidade de mobilização de parte do corpo e, em
situações extremas, paralisia;
– Níveis elevados de cálcio no organismo – As metástases danificam o osso e desta forma podem
conduzir à libertação de cálcio na corrente sanguínea, fenómeno conhecido como
hipercalcemia. A hipercalcemia pode provocar obstipação, náuseas, perda de apetite, fadiga,
sonolência e confusão.

Meios de Diagnóstico:

Sintomas:

– Análises sanguíneas;
– Radiografias e Cintigrafias Ósseas;
– TAC’s e Ressonâncias Magnéticas;
– Biopsias;

Tratamento:

– Radioterapia;
– Cirurgia,
– Quimioterapia;
– Hormonoterapia e tratamentos dirigidos;
– Imunoterapia;
– Tratamentos sistémicos que actuam a nível ósseo – destroem as células neoplásicas qualquer
que seja a sua localização
– Técnicas de ablação – Colocação de um dispositivo no próprio tumor que emite calor, frio, sinal
eléctrico ou permite a administração de um agente farmacológico.

Hospital Soerad

2019-07-15T15:08:41+01:00