Alergia Alimentar – Síndrome de Enterocolite induzida pela proteína alimentar

O que é?

A Síndrome de Enterocolite induzida por proteínas alimentares (FPIES em inglês) é uma reacção do sistema imunitário contra algumas proteínas de alimentos (ex: leite de vaca e soja, peixe, vegetais, fruta, cereais), caracterizada pelo aparecimento de sintomas gastrointestinais após a sua ingestão.
É mais frequente no primeiro ano de vida e pode ser confundida com gastroenterite aguda, pelo que a sua correcta identificação é importante.

Sinais e sintomas

A criança apresenta vómitos persistentes, acompanhados de palidez, prostração e por vezes diarreia. Estes sintomas ocorrem geralmente mais de 1 hora após a ingestão do alimento cujas proteínas provocam alergia. Entre os episódios a criança encontra-se sem sintomas, desde que não ingira o referido alimento.

Como Proceder

Parar de imediato a ingestão do alimento e iniciar logo que possível a hidratação da criança em casa (ou noutro local) com soluções de reidratação oral disponíveis na farmácia e transportá-la para o serviço de urgência hospitalar.

Tratamento

Hidratação oral ou endovenosa (no hospital); possível necessidade de medicamentos anti-náuseas/vómitos e/ou corticóides (a decidir pelo médico).

Evolução / Prognóstico

– Depende do tipo de alimento: se leite de vaca ou bebida de soja, a doença geralmente resolve aos 3 anos;
– Se alimento sólido e em criança já com história anterior de outras alergias, o FPIES terá uma duração maior e com maior risco de reações graves.

Prevenção

Remoção desse(s) alimento(s) da dieta, com seguimento regular em consulta Pediátrica para avaliar e acompanhar a criança, o seu crescimento e a alimentação habitual.

Hospital Soerad

2019-07-15T15:17:45+01:00