Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a pandemia do tabagismo na Europa é responsável por um milhão e duzentos mil mortes anuais. Em Portugal, o consumo de tabaco atinge cerca de 70% da população. O tabagismo causa um grande prejuízo à saúde pública, uma vez que esta é a primeira causa evitável de morte, ou seja o tabagismo é responsável pela diminuição da duração e qualidade de vida, sendo não só um factor de risco para o fumador mas também para todos aqueles que o rodeiam e que estão expostos ao fumo passivo.

Ainda não conhece quais as consequências de fumar no seu organismo?

Os efeitos nocivos para a Saúde causados pelo cigarro são variados. Um cigarro contém cerca de 4000 substâncias com efeitos tóxicos e irritantes, dos quais pelo menos, 60 são indicadas como cancerígenas. Os riscos a curto prazo incluem desde baixa resistência física, impotência, riscos durante a gravidez (podendo provocar, aborto espontâneo, gravidez ectópica, morte fetal), problemas de pele, exacerbação de bronquite e asma. Já os riscos a longo prazo são diferenciados por doenças de maior gravidade, tais como enfarte do miocárdio, acidente vascular cerebral (AVC), doença pulmonar crónica obstrutiva (DPOC) e aumenta substancialmente o risco de cancro em diversos órgãos, como pulmão, cavidade oral, laringe, esófago, estômago, rim, bexiga e colo do útero. Através de longos anos de acompanhamento de fumadores, estudos revelam que os fumadores têm em média menos dez anos de vida do que os não fumadores.

Como funciona e o que faz a acupunctura contra o tabagismo?

Após avaliação é escolhido o tratamento mais adequado de acordo com as necessidades individuais de cada paciente. Poderá efectuar acupunctura, auriculoterapia (inserção de agulhas na orelha), acupunctura laser, electroestimulação (em determinados pontos activa um ou mais funções especificas, potenciando o tratamento) ou fitoterapia (suplementos medicinais á base de plantas em liquido ou cápsulas). A periodicidade dos tratamentos varia de caso para caso. A acupunctura é uma das vertentes da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) que tem como objectivo equilibrar o organismo, prevenir e diagnosticar doenças. A acupunctura tem se mostrado bastante promissora no caso do tabagismo, devido á sua acção de libertação de hormonas (como endorfinas e encefalinas) no Sistema Nervoso Central (SNC), que por sua vez são responsáveis por diminuir a intensidade dos sintomas da privação de nicotina, potenciando a eficácia do tratamento. Com toda a sua abrangência terapêutica a acupunctura ajuda no tratamento do tabagismo de várias formas: Reduz 70% da vontade de fumar, reduz o prazer de fumar, elimina a nicotina do organismo tendo um efeito de desintoxicação do organismo, reduz ansiedade, agitação e insónia associadas ao processo, controla o apetite e reduz os efeitos secundários da desintoxicação (por exemplo: dor de cabeça), o que acaba por tornar o processo mais suave e eficaz.

O que acontece ao seu organismo quando deixa de fumar?

  • Após 8 horas: os níveis de nicotina e monóxido de carbono no sangue diminuem em 50% e o oxigénio sobe para valores normais;
  • Após 2 dias: a tensão arterial é estabilizada e o paladar melhora;
  • Após 3 dias: os brônquios descontraem-se melhorando a respiração e a pele fica mais luminosa;
  • Após 1 semana: uma boa parte da nicotina já saiu do seu corpo, o olfato e paladar melhoram;
  • Após 12 semanas: a circulação melhora significativamente tornando as caminhadas menos cansativas;
  • Após 9 meses: sente um aumento do bem-estar geral e mais vitalidade;
  • Após 1 ano: o risco de doença cardíaca reduz para metade;
  • Após 5 anos: o risco de cancro da boca e esófago reduz para metade;
  • Após 10 anos: tem 50% menos risco de ter um cancro do pulmão do que um fumador;
  • Após 15 anos: o risco de doença cardiovascular é semelhante ao de uma pessoa não fumadora.

Como citado acima, a Medicina Tradicional Chinesa através das várias vertentes (acupunctura, auriculoterapia, acupunctura laser…), torna-se uma terapêutica bastante útil no tratamento do tabagismo, como é comprovado pela OMS que recomenda esta terapêutica a quem pretende deixar de fumar, no entanto os pacientes que pretendem deixar de fumar, devem estar realmente com vontade de parar de fumar, caso contrário não há tratamento que resulte.

O tabagismo é um vício, o organismo fica viciado pela nicotina e pela sensação de prazer e bem-estar que provoca. Se depois de ler este artigo, ficou esclarecido sobre as consequências do tabagismo, bem como as vantagens de deixar de fumar e, se está realmente disposto a parar, não perca nem mais um minuto da sua vida e marque já a sua consulta!

Teresa Charrua

(Autora do artigo escreve de acordo com o antigo Acordo Ortográfico).

 

Outros artigos interessantes